O diretor da consultora EXX Africa considera que o combate à corrupção em Angola é “facilmente confundido” com a tentativa de o Presidente João Lourenço assegurar a sua autoridade no país, que ainda não sente a recuperação económica. View the original article here.